Richard Tarnas, numa entrevista ao New York Times, e quando confrontado com a pergunta habitual se os astros determinam a nossa vida, perguntou ao entrevistador “Que horas são?”, que lhe respondeu atónito “Meio dia e meia.” “Como sabe isso?” perguntou Richard Tarnas. Ao que o entrevistador respondeu: “Olhando para o relógio.” “Acha que foram os ponteiros do relógio que causaram a hora?” A resposta foi óbvia – não. Foi quando o filósofo e astrólogo explicou: “Pois sucede o mesmo com os astros.  São ponteiros que nos permitem tomar nota das horas do cosmos. Porque somos cosmos em forma humana! Nós somos o modo que o cosmos usa para se sentir consciente de si mesmo.”         

Cronograma de crenças, religiões e  filosofias
história da astrologia e tradição mágica ocidental ­ - David Rowan


PARTE 1.

 

AC.

c. 100,00 para 70, 000: Evidência de ritual fúnebre sugere existência de cosmologia entre os neandertals.

c. 35 a 30.000: período Paleolítico Superior; Homo Sapiens - os humanos anatomicamente modernos. Homo Sapiens entram na Europa, deslocando neandertals.

Uma série de constelações, ou melhor, a consciência do homem sobre a existência delas, pode ser datado desse período. O Urso (Ursa Maior) é conhecido no norte da Europa e América do Norte e antecede a colonização da América. Lendas das Plêiades como sete irmãs perseguidas por Orion também ocorrem na América do Norte, Europa e Austrália, e, portanto, são anteriores à dispersão do Homosapiens Paleolítico das regiões nas quais se desenvolveram (ou seja, da África).

c. 30 a 20.000: Gravação de entalhes representando as fases da Lua, esculpidos em ossos de animais.

c. 25.000: figuras antigas 'Venusianas'; formas femininas esculpidas, geralmente com características altamente abstratas. Acreditava-se  na representação de um / a Deusa

c. 14.000: Constelação das Plêiades identificados como os seis pontos pintados acima de um dos touros das pinturas rupestres de Lascaux, na França, enquanto outras representam a constelação de Touro.

 



 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pleiades desenhada  em Lascaux pintura rupestre

c. 10.000: Migração de seres humanos a partir da Sibéria para o Alasca.

c. 8500 - 7600: peças Solsticiais em Stonehenge, na Inglaterra, alinhadas ao nascimento e poente do Sol e lua

5000: Descoberta do Cobre no Oriente Médio.